Artigo original

De acordo com Marcelo, perante os incêndios de junho e outubro de 2017, “as leituras” do Presidente e as do Governo “não foram coincidentes no tempo sobre a realidade”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.