Artigo original

Numa carta aberta ao Presidente da República, a direcção da Transparência e Integridade considera que o diploma “um ataque directo à integridade do processo legislativo” e “uma ameaça séria à qualidade das instituições democráticas e à confiança dos cidadãos”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.