Artigo original

A iniciativa é da “Rede 8 de março”, um coletivo de organizações feministas, que marcou ações Braga, Porto, Coimbra, Aveiro e Lisboa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.