Artigo original

Ana Sofia Carvalho, professora de Bioética da Universidade Católica, lembra que esta técnica de edição do genoma ainda está numa fase “precoce” e os riscos ainda são “muito significativos”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.