Artigo original

Carlos Melancia diz que seria preferível que houvesse investimento direto e que isso deveria ser assunto a tratar nas relações diplomáticas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.