Artigo original

Três dos créditos problemáticos identificados pela auditoria da EY à Caixa Geral de Depósitos (CGD) foram já tema de discussão na primeira comissão parlamentar de inquérito à gestão do banco público, que decorreu entre 2016 e 2017.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.