Artigo original

Rui Maria Pêgo considera que vivemos numa “sociedade conservadora e pouco disponível para incluir a diferença”. Num texto publicado no seu Instagram, a propósito do Dia Internacional contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia, que se assinala quinta-feira, o comunicador assume a importância desta luta. “Cresci durante muito tempo – e desde muito cedo – a acreditar que ser gay era um problema; um pecado; um erro genético; uma doença; uma informação a ocultar; um passe directo para a rejeição total numa sociedade conservadora e pouco disponível para incluir a diferença. E ainda menos habilitada para perceber que somos todos feitos […]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.