Artigo original

No seu segundo e último dia a testemunhar no Capitólio, Zuckerberg, questionado sobre se os seus dados tinham também sido recolhidos e vendidos a uma empresa, manteve alguns segundos de silêncio, mas acabou por confessar: “Sim”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.