Artigo original

Tudo começou com uma reunião nos EUA em 2014. Prazo para multinacional chinesa resolver a questão “está a esgotar-se”, garante o empresário à Renascença.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.