Artigo original

“Deus perdeu mais tempo comigo, sou um privilegiado”, disse esta segunda-feira o cantor Tony Carreira, na apresentação da sua autobiografia, “O Homem que Sou”, quando celebra 30 anos de carreira. Em conferência de imprensa, Tony Carreira afirmou que escreveu este livro, com a ajuda de alguns amigos, “para agradecer às pessoas” que o ajudaram a chegar até aqui, “mas sobretudo ao público”. O cantor referiu, entre outros amigos, Carlos Ventura Martins, diretor-geral de publicações do Grupo Impala, que acreditou em si, quando o viu atuar, em março de 1985, no Grande Prémio da Canção, na Figueira da Foz. Tony Carreira […]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.