Artigo original

A Check Point tinha alertado para a falha de segurança em março e a DJI revelou que a corrigiu em setembro. A vulnerabilidade permitia que o vídeo captado em tempo real pelos drones pudesse ser intercetado, sem serem pedidas passwords.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.