Artigo original

Milhares de ex-votos depositados no Santuário do Senhor Jesus da Piedade, em Elvas, estão em risco de ficarem irrecuperáveis. São paredes e tectos forrados de fotografias e pinturas, algumas com quase 300 anos. São vistas como “a alma de um povo” e contam “a história de uma cidade”. A confraria de Elvas, responsável pelo espólio, aguarda uma resposta do Turismo de Portugal para disponibilizar 400 mil euros para preservar um “testemunho histórico-artístico e social”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.