Artigo original

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, lamentou a morte da jornalista e apresentadora Helena Ramos, cujo percurso profissional “acompanha parte da história da RTP” e é também “sinónimo da oferta diversificada da televisão pública”. “Jornalista e apresentadora, desde que iniciou a sua carreira como locutora de continuidade, a sua presença nos ecrãs e a sua voz representavam a proximidade ao espectador, própria de um serviço público”, refere a ministra em comunicado, salientando a carreira de quarenta anos “permanentemente ligada aos canais públicos”. Helena Ramos apresentou diversos “talk shows” e “emprestou o seu rosto” a alguns dos mais emblemáticos programas da […]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.