Artigo original

 

O PSD anunciou hoje que vai pedir esclarecimentos ao Governo e a audição da administração do Hospital de São João sobre os problemas no atendimento pediátrico, prometendo confrontar na quarta-feira o ministro das Finanças com as queixas.

Em declarações aos jornalistas na Assembleia da República, o coordenador do grupo parlamentar do PSD na Comissão de Saúde, Ricardo Baptista Leite, afirmou que, “ao longo dos últimos dois anos, o país tem assistido à degradação dos serviços prestados aos doentes com cancro”.

“Hoje, somos confrontados com a notícia de que no Hospital de São João, onde o governo anterior tinha iniciado a construção de uma nova ala pediátrica para doentes com doença oncológica, muitas crianças estão a ser tratadas em condições que não são dignas do Serviço Nacional de Saúde, que não são dignas do nosso país”, criticou.

O deputado do PSD falou de situações de crianças que estão a receber tratamentos de quimioterapia em corredores ou que são transportadas em elevadores com caixotes do lixo.

“O PSD não pode ficar indiferente e vamos colocar hoje mesmo uma pergunta ao Governo a pedir esclarecimentos e iremos também chamar a administração do hospital de São João para esclarecer o que se está a passar”, apontou.

Por outro lado, o deputado recordou que, há um mês e meio, o PSD já tinha pedido uma audição do ministro das Finanças, Mário Centeno, na comissão parlamentar de Saúde precisamente para responder sobre as dificuldades sentidas no setor. A audição está agendada para quarta-feira, às 10:30.

“[Mário Centeno] é de facto o ministro da Saúde em funções, é aquele que está a tomar decisões na saúde e temos um Ministério da Saúde que está refém quer da extrema esquerda quer, sobretudo, das decisões do ministro das Finanças que tem uma agenda pessoal e coloca o défice acima da saúde dos portugueses”, acusou.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.