Artigo original

A falta de meios básicos é descrita num email do comandante da força de intervenção. Situação leva GNR a “pensar em soluções imaginativas”. Governo já reagiu.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.