Artigo original

 

David Copperfield está a braços com a justiça. O ilusionista norte-americano, um dos mais conhecidos do mundo, poderá ter de revelar em tribunal um dos seus mais famosos truques de magia.

O caso remonta a 2013. Durante um “show” em Las Vegas, o mago convidou Gavin Cox, um chef de cozinha britânico, para subir ao palco e participar num truque que consistia em fazê-lo desaparecer.

O número de magia, que já terá sido realizado “com mais de 100 mil participantes durante 15 anos”, segundo revelou o advogado de Copperfield, tinha tudo para correr na perfeição, mas o pior aconteceu.

Quando os assistentes de ilusionista esconderam o chef nos bastidores, este tropeçou e bateu com a cabeça no chão, tendo contraído uma lesão cerebral. Cox foi diagnosticado com um traumatismo craniano e submetido a duas intervenções cirúrgicas, no pescoço e no ombro. O britânico sofre ainda hoje das consequências deste acidente.

O advogado de Gavin Cox, Benedict Morelli, garantiu à revista “Page Six” que vai pedir uma indemnização avultada e, em tom irónico, disse que Copperfield não vai conseguir fazê-lo “desaparecer” da audiência.

Morelli referiu também que quer perceber como o truque é feito. Isto poderá ser entendido como uma estratégia do advogado para conseguir chegar a um acordo com o mágico fora dos tribunais, caso este não queira revelar pormenores sobre o número de magia.

David Copperfield será ouvido como testemunha num processo que deverá durar, pelo menos, quatro semanas e que começa na sexta-feira.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.