Artigo original

O perdão foi atribuído “por razões pessoais e humanitárias”, mediante proposta da ministra da Justiça.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.