Artigo original

A chanceler alemã foi ao parlamento dizer que não vai permitir que comunidades inteiras sejam excluídas e sublinha que cristãos, muçulmanos e ateus, todos, têm lugar na sociedade alemã, que tem a dignidade humana como valor fundamental.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.