Artigo original

A previsão é do ministro da Saúde, que já pediu à Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) para “aferir se houve algo que pudesse ter sido feito que não tenha sido feito”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.