Artigo original

Autoridade da Concorrência condenou a empresa e um diretor. Em causa está a combinação de propostas em concursos públicos de manutenção ferroviária entre 2014 e 2015.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.