Artigo original

Não se sabe de onde vieram os mísseis. EUA garantem que não estão ativos no local e Israel torna-se o principal suspeito.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.