Artigo original

O CDS insiste na crítica a António Costa por não ter intervindo neste debate, acusando o primeiro-ministro de ter “vergonha” de o fazer e de “preferir o silêncio à defesa das suas escolhas”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.