Artigo original

Defendem que o concurso público previsto pelo Governo pode atirar a conclusão da obra “para daqui a quatro, cinco, seis ou sete anos”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.