Artigo original

A Associação Nacional de Municípios Portugueses alerta que a proposta de Lei das Finanças Locais apresentada pelo Governo denota “um enorme recuo naquilo que era o caminho apontado, e legitimamente esperado”, em relação às isenções de IMI do património do Estado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.