Artigo original

Entre acusações de “conduta higiénica imprópria”, agressões ou espionagem, o governo do Equador garante que a WikiLeaks “cruzou uma linha muito grave” com a divulgação da conta secreta no Panamá que financiou a vida faustosa do Presidente Moreno na Europa. “A embaixada já era bem pior do que qualquer prisão”, acusa a WikiLeaks em defesa de Assange.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.