Artigo original

“Moscovo poderá ter influído na Catalunha apenas para fomentar a incerteza e a dúvida na sociedade. E quando está criada a dúvida numa sociedade de direito democrático, então aí podemos ter um problema”, defende o especialista em Direito Internacional em entrevista à Renascença.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.