Artigo original

Acordo celebrado com o Caledonian Bank, que fechou a queixa-crime da instituição, contemplava que o suposto “hacker” ficasse com uma parte dos 264 mil euros, o que contraria o que o próprio Rui Pinto que disse à “Der Spiegel”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.