Artigo original

Fenprof e FNE consideram que, com a decisão do Parlamento, o Governo está obrigado a voltar à mesa das negociações sobre o prazo e o modo para devolver nove anos, quatro meses e dois dias de carreira congelada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.