Artigo original

É o que defende Arménio Carlos, líder da CGTP, para quem “só há uma coisa a fazer: respeitar e valorizar os trabalhadores da administração pública”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.