Artigo original

Luís Cabral, que encontrou refúgio no meio das pedras, olha-as e imagina diferentes formas e feitios que se traduzem em peças de arte. Já são 400 as esculturas feitas pelas suas próprias mãos. Nunca as expôs ou vendeu. Oferece a quem gosta.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.