Artigo original

A denúncia foi feita à imprensa japonesa por advogados envolvidos no processo de investigação. O reitor da Universidade de Medicina de Tóquio admite limitações à entrada de alunas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.