Artigo original

Grupo de países, do qual faz parte Portugal, defende “resolução pacífica” para o conflito político na Venezuela.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva algo no seu comentário.
Por favor insira o seu nome aqui.